Potencializando a Black Friday com o Pix

Escrito por: Camilia Majdoub

A previsão para a Black Friday desse ano é de uma forte guinada para o comércio online. Seu e-commerce está preparado?

A previsão para a Black Friday desse ano é de uma forte guinada para o comércio online. Seu e-commerce está preparado?

No mundo do comércio, o mês de novembro é sinônimo de Black Friday, uma das datas mais esperadas pelos varejistas. Como se essa adrenalina já não bastasse, no dia 16 de novembro, apenas alguns dias antes da Black Friday, o Pix será lançado oficialmente pelo Banco Central, revolucionando o mercado e sanando muitas dores dos lojistas em relação aos meios de pagamento disponíveis até então.

Neste episódio de Papo Pix vamos explorar os impactos do Pix na Black Friday. Para isso, conversamos com Maurício Baum, diretor de produtos de pagamentos na VTEX, sobre essa combinação poderosa em um ano totalmente atípico.

A Black Friday mais digital na história do Brasil

Um estudo realizado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) e pela consultoria Ebit/Nielsenestima uma expansão de 27% na venda do comércio eletrônico na Black Friday desse ano, em comparação à do ano passado, quando bateu recorde de vendas online no país. Dentre os fatores que influenciam essa digitalização das vendas, o principal deles é o distanciamento social causado pela pandemia de covid-19. “Houve uma mudança de hábito dos consumidores; eles perderam o medo e se habituaram a fazer compras online”, Maurício explica.

Ele associa a Black Friday a um grande volume de produtos, ofertas e consumidores sedentos para aproveitar as promoções, o que provoca uma demanda muito maior que a usual. “Foi um ano muito difícil por causa da pandemia. A Black Friday é uma oportunidade para os varejistas recomporem as margens que foram impactadas pela covid-19”.

Dado todo esse contexto, um grande desafio para as empresas é evitar aglomerações. Como protocolo de segurança, ter um e-commerce robusto é a saída para garantir uma melhor experiência para o consumidor. Uma das formas para promover isso é otimizando o momento mais importante: o pagamento online.

Como o Pix vai potencializar a Black Friday?

Implementar um novo meio de pagamento exige muito cuidado, principalmente se for antes de uma data especial como a Black Friday. Por isso, Maurício conta que alguns lojistas mais conservadores demonstram certa apreensão sobre estrear o Pix com um intervalo de tempo pequeno para a Black Friday.

Para quem estiver apreensivo, vale considerar os benefícios que o Pix traz para o varejo. Em primeiro lugar, ao oferecer esse novo meio de pagamento, o comerciante vai democratizar o acesso às compras e incluir quem não tem acesso à cartões de crédito. Isso gera um forte aumento na base de clientes do seu negócio.

Maurício afirma também que receber com o Pix é mais barato do que com o cartão de crédito e o boleto. Em relação ao boleto, há uma série de outras vantagens como o fim da tão temida reserva de estoque, por exemplo. Enquanto o consumidor final não paga o boleto, o estoque do lojista fica travado. O que acontece na Black Friday é que o consumidor, no ímpeto de aproveitar as promoções, acaba gerando boletos em diferentes lojas para o mesmo produto que ele quer comprar. Isso faz com que os lojistas tenham seus estoques presos por um boleto que provavelmente não vai ser pago. Com o Pix, não haverá esse problema. Quando o Pix for feito, se em alguns minutos ele não for efetivado, o produto é liberado para o estoque.

Outra vantagem do Pix é o processo de pagamento e recebimento instantâneo, o que simplifica muito a conciliação para o comerciante. Em um momento como a Black Friday, eficiência muda toda a jogada.

O consumidor final também sai ganhando. Com o Pix, a compra será feita de uma forma mais simples e não será preciso aguardar a compensação do boleto ou da análise do antifraude para receber o produto. A partir do momento que o pagamento é realizado, o lojista pode enviar o produto para ele.

Além disso, o Pix oferece algo vantajoso em termos de segurança. Na hora de pagar, o cliente pode conferir no app do banco as informações de quem vai receber a transação. Então, é possível conferir se o valor e as informações de quem está recebendo batem com o que foi passado no site.

“Para quem quer ter êxito na Black Friday, a minha dica é aproveitar que o Pix reduz o seu custo financeiro e tem mais eficiência operacional, para que você possa dar um desconto para os consumidores que pagarem com o Pix”, Maurício diz. Nessa linha, é interessante pensar em frete grátis também.

O Preparo da VTEX para o Pix

Maurício conta que a preparação da VTEX para a chegada do Pix está à todo vapor; tanto para os seus parceiros, que são os que se integram à plataforma para prover Pix, como também para seus clientes, os lojistas.

Para os lojistas, o processo é muito simples, Maurício diz. O cliente faz o onboarding diretamente com um dos parceiros que estão integrados à VTEX como fornecedores de Pix, recebe as chaves de autenticação, insere a chave na plataforma e já estará pronto para o Pix.

Você, lojista, já escolheu o seu provedor de Pix? A Spin Pay é parceira da VTEX e colaborou com toda a integração do Pix na plataforma. Além disso, oferecemos o Spin Checkout, o primeiro Checkout Lightbox disponível na plataforma VTEX, que possibilita que a conclusão de um pagamento instantâneo ocorra dentro da mesma página, sem a necessidade de redirecionar o seu cliente, passando maior segurança e diminuindo as etapas de compra do cliente, contribuindo exponencialmente para a conversão de vendas.

É cliente VTEX e quer ativar o Pix no seu negócio? Entre em contato com [email protected]

Pix + Black Friday = vendas bombando

A combinação Pix + Black Friday é muito promissora. “A adesão ao Pix está surpreendente. Mais de 50 milhões de chaves foram cadastradas até agora, isso é um ótimo sinal”, Maurício afirma.

Entender e acompanhar o comportamento do consumidor é essencial para alavancar as vendas. Agora é a hora de aproveitar a inclinação dos clientes às compras online para criar uma jornada simples, fluída e inclusiva.

Aqui na Spin, acreditamos que não basta a experiência ser simples, ela tem que ser memorável. O Pix vem para somar ao mercado brasileiro. Então, que tal fazer história nesse momento revolucionário na história dos meios de pagamento no Brasil?

O Pix está quase aí e estamos ansiosos! No próximo episódio, abordaremos os impactos do Pix nas nossas finanças pessoais com grandes influenciadoras digitais do mercado financeiro. Para receber nosso conteúdo em primeira mão inscreva-se na nossa Newsletter no final da página.

Pix e Meios de Pagamento

Leia também: