Pagamentos digitais: proteção em tempos de Covid-19

Escrito por: Spin Pay

Em tempos de pandemia do Covid-19, métodos tradicionais de pagamento serão substituídos por pagamentos digitais.

Carrinho de compras vazio devido ao covid 19

Em pleno 2020 o mundo vivencia a previsão de Raul Seixas: O Dia Em Que A Terra Parou [1], saudosa e profética canção de 1977, feita em parceria com Cláudio Roberto.

Entre o refrão e a primeira estrofe, Raul dispara:

Foi assim

No dia em que todas as pessoas

Do planeta inteiro

Resolveram que ninguém ia sair de casa

Como que se fosse combinado em todo

O planeta

Naquele dia, ninguém saiu de casa, ninguém ninguém

O Dia Em Que A Terra Parou, Mas As Necessidades do Ser Humano Continuam: aumento de vendas online

Em pouco tempo no território nacional, a pandemia Covid-19 já transformou o cotidiano de todos: consultas médicas online, home office obrigatório, quarentena de pessoas e notas de dinheiro, prateleiras de supermercado vazias, ensino à distância, eventos cancelados e fronteiras fechadas. Com toda essa incerteza sobre os futuros impactos, a expectativa de crescimento econômico no Brasil em 2020 caiu de 1,99% para 1,68%, conforme o Relatório de Mercado Focus [2], realizado pelo Banco Central (BC) e publicado nesta segunda-feira (16/03).

Todo esse cenário aponta uma brusca mudança nos hábitos de consumo: uma incontestável guinada para o comércio digital. Uma análise preliminar da Quantum Metric [3] mostra que o comércio eletrônico nos EUA, em comparação às lojas físicas, registrou um aumento médio na taxa de crescimento da receita semanal de 52% em relação ao mesmo período de 2019.Esse mesmo levantamento apontou um aumento de 8,8% nas taxas de conversão. As conclusões baseiam-se em mais de 5 bilhões de visitas a sites de revendedores — incluindo acesso mobile — entre 1º de janeiro e 29 de fevereiro de 2020. O combo distanciamento social e permanência em casa tem tudo para impulsionar o comércio eletrônico no Brasil também.

O shift para o e-commerce implica em um aumento da procura por pagamentos digitais também. Se a regra é não tocar em nada que possa estar contaminado, a tecnologia traz a solução: compras online feitas através de pagamentos digitais. Isto é, para reduzir o risco de contaminação teremos que trocar o manuseio de dinheiro físico para meios digitais, lojas físicas por e-commerces, restaurantes por deliveries através de aplicativos e por aí vai. Quem perde nessa história são os consumidores que não têm acesso ao cartão de crédito.

Proteção para quem não possui crédito

O que acontece quando uma necessidade básica precisa ser entregue com urgência? Sabemos que a maioria dos pagamentos online é feita no cartão de crédito. O pagamento via boleto prova-se ineficaz, pois demora cerca de dois dias úteis para ser compensado para que só então a entrega do produto seja feita. Já o débito é praticamente inoperante no âmbito digital. Para quem não tem crédito, falta uma opção rápida e fácil; é aqui que entra a tecnologia do Pagamento Instantâneo, que dá acesso ao universo de compras online, principalmente em momentos como esse.

Ainda é cedo para precisar o impacto do Covid-19 a nível nacional. Na medida em que mais dados forem divulgados será possível reavaliar o cenário e refinar as estatísticas. A Spin Pay preza pela saúde e qualidade de vida em primeiro lugar. Dito isto, também sabemos que a sua vida e seus negócios não podem parar de girar. Acreditamos no poder de serviços digitais como a melhor forma de proteção em tempos de pandemia.

Desejamos uma rápida recuperação aos afetados :) E que a terra volte a girar… conosco!

Fotos:

[1] Foto por Bruno Kelzer em Unsplash.

[2] Foto por Ali Yahya em Unsplash.

Fontes:

[1] https://open.spotify.com/album/1NVVfPAGKsOYcWnkDe1lPV?highlight=spotify:track:5kNCog1amNsI8z2iD5634p

[2] https://www.bcb.gov.br/controleinflacao/relatoriofocus

[3] https://blog.quantummetric.com/blog/covid-19-online-sales-impact

Leia também: