Com Pix, sem dúvidas: 7 respostas sobre o serviço de pagamento instantâneo

Escrito por: Letícia Santana

O que é? O que faz? De onde veio? E como pode te ajudar? Taxas do Pix? Segurança? Confira algumas respostas para as principais perguntas sobre o pagamento instantâneo neste texto!

O que é? O que faz? De onde veio? E como pode te ajudar? Taxas do Pix? Segurança? Confira algumas respostas para as principais perguntas sobre o pagamento instantâneo neste texto!

O pagamento instantâneo está evoluindo todos os dias e isso é resultado de muito trabalho envolvendo quem entende super do assunto. Mas, como falamos em outros momentos por aqui, se tem uma coisa que o Pix dispensa é a dúvida.

Essa tecnologia é dotada de facilidade, agilidade e segurança, pensando a cada segundo no que fazer para democratizar mais e mais os meios de pagamento. Portanto, tudo o que estiver no caminho atrapalhando esses objetivos, o Pix está disposto a retirar.

Com menos de um ano no ar, o pagamento instantâneo do Banco Central já conta com 100 milhões de usuários. Esse dado revela uma coisa: o Pix chegou com tudo no mercado, com pretensão de ficar e seguir inovando.

Os benefícios são inúmeros, então a ideia é realmente que isso só ande para a frente. Para colaborar ainda mais com essa missão, a Spin trouxe dez respostas para algumas perguntas sobre o serviço de pagamento instantâneo. Leia o texto e acompanhe!

1. Quem é responsável pelo pagamento instantâneo?

Começando pela origem do Pix, o principal responsável por essa modalidade de pagamentos é o Banco Central do Brasil. Também conhecido como BC ou BACEN, a instituição faz parte dos órgãos supervisores do Sistema Financeiro Nacional (SFN). E onde entra o Pix nessa história? Vamos lá!

O Banco Central é uma entidade que deve gerir a política do país e tem como missão central, segundo definição do próprio BC “Assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda e um sistema financeiro sólido e eficiente.”. Para cumprir o objetivo, o Banco Central trabalha com uma outra frente, o SPB - Sistema de Pagamentos Brasileiros, o que compreende, no caso, as questões que envolvem o funcionamento do Pix.

Nesse sentido, vale lembrar também a participação dos bancos e das Instituições de Pagamento para a operação do Pix. Todo esse ecossistema faz o pagamento instantâneo funcionar, afinal, a união faz a força! Ou melhor, a união faz um Pix!

2. O Pix é ou não é seguro?

É importante discutir a respeito disso, já que assistimos a um aumento de golpes e fraudes no pagamento instantâneo. Mas, a princípio, nós temos uma resposta simples para a pergunta: sim, o Pix é seguro. O problema desse contexto nunca foi a falta de segurança da modalidade, que conta com autenticação, senhas e criptografia, na realidade o X da questão é a engenharia social. Os crimes utilizando essa técnica somados a ausência de investimento em cibersegurança é o que aumenta o número desses casos no país.

Pensando nisso, o Banco Central – do qual falamos anteriormente, trabalha todos os dias em uma agenda evolutiva da modalidade e anunciou recentemente medidas para melhorar esse cenário. Paralelamente, começa a funcionar em novembro o Mecanismo Especial de Devolução do Pix.

3. Qual a diferença do Pix Copia e Cola para o Pix QR Code?

Explicando de uma forma simples, um é uma composição diferente do outro! O QR Code gerado durante uma compra com o Pix pode ser transformado em um código para o usuário finalizar o pedido. Dessa forma, é possível copiá-lo, ir na área Pix dentro do banco e, logo após isso, colar esse código no campo “Pix Copia e Cola” concluindo a compra. Já o QR Code no Pix acaba sendo mais utilizado em compras via Desktop, bastando apenas ler o código gerado na página do e-commerce com o seu celular.

Para saber mais sobre o assunto, a Spin preparou um conteúdo só sobre Pix e Qr Code. Clique aqui para conferir!

4. Existem taxas do Pix?

Quando falamos em meios de pagamento para o varejo online, o Pix é a modalidade mais barata. As taxas do Pix são mínimas e apenas simbólicas, o que é um enorme benefício considerado pelos e-commerces. Aqui na Spin nós temos oferecido as taxas mais baratas do mercado, o que tem incentivado campanhas dentro do varejo, como em épocas de Black Friday.

Além do mais, vale destacar que a modalidade é tão boa que promove mais rapidez e eficiência para as operações dentro desses comércios. Etapas que envolvem a logística, por exemplo, ganharam uma nova cara depois do Pix. E adivinha? Toda essa mudança tem feito os clientes sorrirem cada vez mais com a experiência de compras, afinal, além de simples e intuitivo o Pix é gratuito para os usuários.

5. O que é o iniciador de pagamentos do Pix?

Assim como o Pix Saque e Pix Troco, o Iniciador de Pagamentos do Pix é uma nova funcionalidade do meio de pagamento. Todas essas mudanças buscam democratizar esse universo e trazer para quem compra no varejo uma jornada despida de complicações e falando em descomplicar, vamos ao que interessa!

O iniciador de pagamentos é um tipo de instituição que viabiliza pagamentos com o Pix, tornando o processo menos burocrático para as empresas. Na prática isso significa algumas mudanças, já que antes isso só era possível através de instituições financeiras. Pensando em tirar todas as dúvidas que giram em torno desse tópico, a Spin elaborou um super conteúdo sobre. Para acessá-lo, clique aqui!

6. Quem é o Pix na fila do pão?

Chegou a hora de falar de dados e nesse atributo o Pix da Spin Pay tem nota máxima!

Mas continuando o assunto, o pagamento instantâneo é visto hoje como um potencial super relevante para a economia, transformando a dinâmica dos meios de pagamento. Podemos dizer que “na fila do pão”, o Pix é aquele que torna tudo mais rápido, fácil e ágil e, por isso, ocupa hoje o 2º lugar entre os meios de pagamento mais utilizados do Brasil, segundo a pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas.

O Pix já conta com quase 100 milhões de usuários no país e representa a verdadeira revolução digital dos meios de pagamento!

7. Bônus: Como acontece um Pix realizado via Spin Pay?

Essa dúvida é super frequente quando falamos em Pix e Spin Pay. Por esse motivo, reservamos esse tópico para falar exclusivamente sobre. Mas, em primeiro lugar, conhecer a nossa solução de checkout da Spin Pay para Pix é essencial, porque é desse produto que iremos falar. A Spin Checkout tem transformado a experiência dentro dos varejos oferecendo uma plataforma digital que permite que os e-commerces recebam com o Pix

Dessa forma, para realizar o pagamento através dela o cliente deve escolher a opção “Spin Pay” entre todas as formas de pagamento disponíveis. Logo após isso, é hora de finalizar a compra, seja com o Pix QR Code ou o Pix Copia e Cola. Prático, simples e inteligente.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre o Pix, sobre os serviços da Spin Pay, questões de estorno, conciliação e muito mais, você pode acessar o nosso FAQ! E se ainda assim precisar de ajuda para entender qualquer coisa sobre os nossos produtos, é só entrar em contato com o time da Spin, afinal, descomplicar é o primeiro passo!

Leia também: