Como aumentar a conversão no seu E-Commerce

Escrito por: Spin Pay

Quem acompanha o mercado de e-commerce, sabe o quanto ele tem se modificado para acompanhar o surgimento das novas tecnologias. Quanto melhor a tecnologia, maior o potencial das vendas online.

Como aumentar a conversão no seu E-Commerce

Em 2019, o faturamento do e-commerce brasileiro foi de R$ 61,9 bilhões, 16,3% a mais que no ano anterior. Até metade de 2020, com menos pessoas saindo às ruas, as vendas online aumentaram mais de 40%, mostrando que nem mesmo a maior crise das últimas décadas é suficiente para abalar as compras pela internet.

Há quem esteja aproveitando bem o potencial das vendas online. Outros, ainda enfrentam uma das maiores dores de cabeça de quem vende pela internet: a baixa conversão no e-commerce. Como diminuir o abandono dos carrinhos de compra e não fechar o mês no prejuízo? Neste artigo, mostraremos o que pode ser feito para aumentar a conversão nas suas vendas.

Acompanhe as dicas e boa leitura!

Aumento de conversão na finalização da compra: Checkout Transparente

A etapa de conclusão de uma venda é chamada de checkout. E é nesse momento que muitas delas são perdidas. Uma das razões é que nem toda loja online trabalha com soluções para facilitar a inserção dos dados do cliente e o que era para ser simples vira um longo e confuso processo. Outra, é a falta de investimento do lojista em soluções que tragam mais segurança e qualidade à cadeia de pagamento, o que gera erros e desistências por parte dos compradores.

A finalização de uma compra (checkout) pode ser de dois tipos: checkout padrão e checkout transparente.

No checkout padrão, o cliente é direcionado à página do intermediário, externa ao site da loja (como PagSeguro, Paypal ou Mercado Pago). Com isso, muitas vezes acaba tendo que preencher os dados de pagamento duas vezes. Em outras, concluir uma compra se torna demorado demais.

Simplificar o processo de conclusão de uma compra é crucial para melhorar a experiência do cliente e, assim, reduzir o abandono de carrinho, já que há uma relação direta entre conversão e praticidade. É aí que entra o chamado checkout transparente.

Diferente do checkout padrão, em que o cliente é direcionado a uma página externa para concluir o pagamento, no checkout transparente todo o fluxo de pagamento é realizado em uma mesma página. Além de passar maior segurança ao cliente, ele também reduz o número de etapas de compra, melhorando a experiência do cliente e, com isso, aumentando a taxa de conversão em até 30%, segundo dados da PagBrasil.

Em termos técnicos, no checkout transparente os dados são transmitidos entre o e-commerce e o processador de pagamento no back-end (parte interna e estrutural da loja) sem alterar o frond-end, que é a parte exibida ao usuário. Como não acontece nenhuma mudança no fluxo visual, o processo parece mais simples e seguro aos olhos do cliente.

Baixa conversão do Boleto: Boleto Responsivo e Flash Boleto

Embora os cartões de crédito sejam a principal forma de pagamento nas compras online, cerca de 13% dos brasileiros adultos ainda prioriza o boleto na hora de comprar em e-commerces.

Um boleto gerado e não pago pode ser o pesadelo dos lojistas. Isto porque ele implica em custos, mesmo quando não é pago pelo cliente. Sem falar no produto que fica retido em estoque no período de vencimento do boleto, e no fim das contas, deixa de ser vendido para outro consumidor.

Boleto responsivo

A tecnologia dos boletos bancários foi lançada pelo Banco Central nos anos 1990, antes do crescimento do e-commerce. Por isso, essa forma de pagamento não foi pensada de forma otimizada para as compras online, e muito menos para acesso via dispositivos móveis.

Como hoje em dia o acesso mobile é responsável por quase um terço das transações de e-commerce, a falta de uma tecnologia responsiva a essa demanda resulta em uma baixa conversão dos pagamentos.

Assim, a solução é optar por serviços que já tenham desenvolvido tecnologia para um layout responsivo a diferentes dispositivos, como a PagBrasil com o Flash Boleto e Boleto Express, por exemplo.

Flash Boleto

Como dissemos, um dos problemas envolvido no pagamento com boletos é a ocorrência de estoque parado, já que a maioria dos bancos trabalha com um prazo de dois a três dias para confirmação do pagamento.

Uma das soluções para isso é o Flash Boleto, tecnologia desenvolvida pela PagBrasil que traz a confirmação de pagamento de um boleto bancário em até uma hora. A solução já é integrada com os maiores bancos e 13 mil casas lotéricas. Isso não só reduz o tempo de estoque parado como traz agilidade ao processo de envio do produto.

Diminuir chageback e fraudes em cartões: Antifraude Inteligente

A fraude acontece quando uma transação financeira é realizada erroneamente ou com intenção criminosa. Quando o dono do cartão percebe que uma compra foi realizada sem seu consentimento, entra em contato com o banco emissor e pede um estorno do valor, o chamado chargeback.

Como os lojistas é que precisam arcar com os custos de uma transação fraudulenta, coibir essa prática - ainda que seja praticamente impossível eliminá-la por completo - é uma das ações que precisam estar presentes em qualquer plano de crescimento do e-commerce. Vejamos algumas ações para isso.

Antifraude inteligente

O Big Data é um conjunto de dados em grande volume, que não podem ser gerenciados por softwares tradicionais, em função do tamanho e complexidade de suas informações.

Com mais dados, você é capaz de lidar com problemas que antes não pareciam ter soluções, como as fraudes nas compras online.

Um sistema antifraude inteligente é aquele que usa do Big Data para analisar o comportamento do comprador e identificar a ocorrência de uma fraude em poucos segundos, no momento exato em que a compra é finalizada. Para os lojistas, então, é uma solução que traz mais agilidade ao sistema antifraudes, garantindo maior segurança ao usuário e reduzindo o chargeback.

Ter mais opções no pagamento: Conheça o Pix

O Pix é um novo modelo de pagamento que será lançado pelo Banco Central até o fim de 2020. Esse Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) possibilitará que diversas transações financeiras - como transferências bancárias, pagamentos e recolhimento de guias da União (GRU) - sejam realizadas de forma ágil e ainda mais segura, 24 horas por dia, em todos os dias do ano.

A transferência entre pessoas físicas por Pix acontecerá da seguinte maneira: o usuário acessa o aplicativo de sua instituição financeira e seleciona a opção de pagamento instantâneo. Depois, define se a transação é de pagamento ou recebimento e informa os dados do recebedor. Pronto, em poucos segundos o dinheiro é transferido de uma conta para outra, independentemente de quais sejam as instituições financeiras envolvidas.

Mas o Pix também pode ser utilizado por lojistas, funcionando como um pagamento via transferência bancária, mas disponível 24 horas por dia, em todos os dias do ano e sem nenhum custo para o pagador.

Quais as vantagens de aderir ao Pix?

Todo o processo de transações financeiras tende a se baratear, já que serão necessários menos intermediários. Para ter uma ideia, hoje uma única transação com TED custa de R$ 3 a R$ 11. Com o Pix, o custo para os provedores do serviço será de 1 centavo a cada 10 transações. Para os lojistas, o Pix provavelmente será a opção mais barata do mercado.

Assim, a vantagem de contar com o Pix na sua loja é que o pagamento cai instantaneamente e, com isso, o produto fica retido por pouco tempo até a confirmação da compra. É o fim das travas de estoque.

E para os compradores, o Pix vai facilitar o processo de checkout. Além de poder realizar o pagamento usando QR Code (ou um App Link, se estiver no celular), a quantidade de dados necessários para conclusão da compra será ainda menor. Quanto mais simples for o fluxo de pagamento, mais fácil fica aumentar a conversão nas vendas.

Qual o futuro dos meios de pagamento?

A chegada de novas tecnologias ao mercado de pagamentos vai fazer com que instituições financeiras e e-commerces precisem se adaptar às mudanças.

Com o uso do Pix, por exemplo, a tendência é que menos usuários utilizem cartões e boleto para pagamento, já que poderão concluir suas compras usando apenas um QR Code.

Muitas empresas precisarão se adaptar ao novo mundo das transações financeiras, que caminha em direção a uma crescente democratização nos meios de pagamento, tornando-as instantâneas e mais inclusivas.

Quando se fala em aumentar as conversões em vendas, é certo que sairão na frente os lojistas que se adaptarem mais rapidamente às novas tecnologias em meios de pagamento. O seu e-commerce está preparado?

Leia também: